ORIENTAÇÃO TRANSPESSOAL ONLINE SKYPE

SÍNDROME DO PÂNICO - tratamento e cura

Cristalizações do Passado e o Caminho da Cura





por Nadya Prem - nadyaprado@uol.com.br



Vida após vida buscamos nossa evolução e autoconhecimento a caminho da iluminação.

A cada experiência vivida temos a oportunidade de reformular conceitos, aprender novos significados, resgatar erros cometidos, realizar novas empreitadas. Criamos vínculos de amizade e fraternidade ou de inimizade, mágoas e ressentimentos.

Estamos em tempo integral interagindo, mesmo quando nos achamos sozinhos.

Na verdade, nunca estamos totalmente sós, porque somos unidos uns aos outros, por pensamentos, sentimentos, sintonia energética e espiritual.

Quando pensamos em alguém, imediatamente criamos um laço fluídico que nos liga a essa pessoa.

Quando guardamos sentimentos de mágoa em relação ao outro, podemos nos tornar obssessores dessa pessoa. Se ela estiver na mesma frequência vibratória que a nossa, será atingida por esse sentimento que lhe fará mal, se não, apenas nós mesmos seremos prejudicados.

Seja como for, os sentimentos negativos são como manchas que se cristalizam e tomam forma.

As mágoas e ressentimentos se instalam em nossa alma e ela adoece.

A alma é o espírito encarnado.

O espírito alimenta os sentimentos que crescem e se alojam então nos corpos energético e físico.

A doença como sintoma, surge para fazer despertar a alma, que como um sonâmbulo perambula pela vida sem consciência.

Toda doença psicológica ou física é uma cristalização do passado.

Para desintegrá-la e extingui-la é necessário não mais alimentá-la.

Muitas vezes trazemos cristalizações de relações de vidas passadas, tão antigas que não nos damos conta.

Para despertarmos é preciso perceber quais os pensamentos, sentimentos e emoções que nos movem hoje e que alimentam as cristalizações.

Às vezes sentimos uma estranha sensação de tristeza, mágoa, angústia e nem sabemos de onde vem.

Não nos conhecemos.

Em algumas situações, somos rudes com o outro ou até conosco, sem qualquer razão aparente.

Mas o que guardam esses sentimentos e emoções descabidas?

Por que algumas vezes nos ressentimos com nossos familiares gratuitamente?

São reações automáticas, posturas condicionadas que trazemos de vivências passadas que se fixaram em nosso ser.

Somos atraídos para situações e pessoas que nem sempre nos fazem bem e repetimos vivências que nos remetem às fixações passadas.

Através do autoconhecimento pela expansão da consciência, podemos revelar as cristalizações que nos acompanham, compreendendo fatos desta e de outras vidas, que se alojaram e se tornaram doenças em nossa alma, em nosso corpo físico.

Descobrindo a dor oculta que se alimenta de nossa fragilidade e inconsciência, tomamos as rédeas de nossa alma e de nossa saúde no caminho para a transcendência.

Om Shan

Nadya Prem


,

Comentários