PORTAL "TRANSFORMAÇÃO OM SHAN"






Médiuns, buscadores, agentes de transformação.
Estamos cada vez mais unidos em prol da evolução dos espíritos que habitam o planeta Terra. Somos todos co-criadores e co-responsáveis pela transformação constante deste planeta. Nosso bem-estar, nossa saúde, nossa qualidade de vida dependem da consciência desperta para o Todo.
O Bodhisattva é um ser iluminado que continua entre a humanidade para distribuir sua compaixão a todos os que ainda sofrem.
Todos nós somos iluminados e apenas estamos envolvidos pelas nevoas da ilusão.
O Portal Transformação Om Shan quer lhe convidar a participar dos nossos encontros para sua transformação e a transformação do planeta como um todo.
Nos encontros estudaremos e praticaremos o ser multidimensional, 

Algumas práticas de todos os herdeiros legítimos dos budas.
  1. A prática de todos os bodhisattvas é estudar, refletir, e meditar,
    incansável, tanto de dia como de noite, sem nunca cair na ociosidade,
    Para se libertar a si e aos outros deste oceano do samsara, tendo ganho este supremo vaso corporal - uma vida humana favorável e livre, que é tão difícil de encontrar.
  2. A prática de todos os bodhisattvas é deixar para trás de si a sua terra natal,
    Onde o apego à família e amigos nos subjuga como uma enxurrada
    Enquanto a aversão aos nossos inimigos nos rói interiormente como um fogo escarlate,
    E a escuridão ilusória eclipsa ou seja torna incompreensível, a linha de conduta que devemos seguir e o que deixar para trás.
  3. A prática de todos os bodhisattvas é ir regularmente para lugares solitários,
    evitando o que não é saudável, para que as emoções destrutivas gradualmente desaparecem,
    e, na ausência de distrações, a prática virtuosa naturalmente se fortalece avançando rapidamente, com a consciência atenta e focalizada, adquirimos convicção nos ensinamentos.
  4. A prática de todos os bodhisattvas é renunciar a todas as preocupações da vida,
    Durante muito tempo fizemos amizades e relacionamentos com familiares, e
    Agora todos nós temos que seguir caminhos separados;
    Riquezas e bens tão penosamente adquiridos, devem ser deixados para trás;
    E a consciência, a convidada que mora no nosso corpo, também um dia deve partir.
  5. A prática de todos os bodhisattvas é evitar amigos destrutivos,
    Na companhia dos quais os três venenos da mente ficam mais fortes,
    E por causa deles cada vez estudamos, refletimos e meditamos menos,
    E tanto o amor como a compaixão esmorecem, até se extinguirem.
  6. A prática de todos os bodhisattvas é estimar os amigos espirituais.
    Pensando neles como ainda mais preciosos que o próprio corpo,
    Pois são eles que nos ajudam a nos livrar de todos os nossos defeitos,
    E que fazem com que as nossas virtudes cresçam ainda mais, tal como a lua crescente.
  7. A prática de todos os bodhisattvas é tomar refugio nas Três Jóias,
    Pois elas nunca deixam sem resposta, os protegidos que os apelam,
    Os deuses comuns do mundo não podem ajudar ninguém
    enquanto eles próprios estiveram na armadilha do ciclo vicioso do samsara, não é assim?
  8. A prática de todos os bodhisattvas é nunca cometer um ato prejudicial,
    mesmo que isso ponha a sua própria vida em risco,
    pois o próprio Sábio ensinou que as ações negativas
    quando chega a hora, nos levam ás múltiplas misérias dos mundos inferiores, tão difíceis de suportar.
  9. A prática de todos os bodhisattvas é lutar para atingir o seu objetivo,
    que é o estado supremo imutável, a libertação eterna,
    pois a felicidade dos três reinos só dura um momento,
    e logo se vai embora, tal como gotas de orvalho em colinas de ervas.
  10. A prática de todos os bodhisattvas é desenvolver o bodhicitta,
    assim como proporcionar a liberdade a todas os infinitos seres sensíveis,
    como seria possível encontrar a verdadeira felicidade enquanto,
    as nossas mães que cuidaram de nós através dos tempo, carregam uma dor?
  11. A prática de todos os bodhisattvas é fazer uma troca genuína
    da felicidade pessoal e bem estar, por todos os sofrimentos dos outros.
    Toda a miséria vem da procura da felicidade pessoal só para si,
    Enquanto o estado de buda perfeito nasce do desejo do bem dos outros.     
   Retirado do texto: As 37 Práticas de Todos os Bodhisatvvas de  Ngulchu Tokme Zangpo (1295 - 1369) Mestre celebre da tradição Kadampa, discípulo do grande Buton Rimpoché. Estudou no Mosteiro do Sakya. Transbordava de amor e compaixão para com todos os seres, era humilde e paciente, e quando dava ensinamentos sobre o Bodhicitta, o sofrimento dos seres estava tão presente no seu espirito que as lágrimas lhe rolavam pelos olhos. Acompanhava-o sempre um lobo, que o seguia como um cão fiel e que era vegetariano.


PARA PARTICIPAR DOS ENCONTROS  DO PORTAL  INSCREVA-SE POR E-MAIL
nadyaprado@uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário