SÍNDROME DO PÂNICO - tratamento e cura

HUMILDADE X HUMILHAÇÃO - Terapia Transpessoal com Nadya Prem

Resultado de imagem para flor de lotus no pantano

IGNORÂNCIA, RAIVA E APEGO
Vamos tratar sobre os três venenos mentais conhecidos na filosofia e psicoterapia budista. 
Em busca da plenitude, que é a felicidade verdadeira e eterna, precisamos aprender a identificar e dissolver na luz do autoconhecimento os três venenos que envolvem e tiram o  iluminado de seu caminho.
Para se tornar um iniciado, a primeira lição é a humildade.
Ela nos abre o caminho do peregrino que admite que nada sabe.

HUMILDADE X HUMILHAÇÃO

Não vamos confundir o conceito de humildade com humilhação.
O humilde é aquele que deixa o orgulho de lado para poder aprender cada lição.
Ele não se desfaz perante o outro, não é manipulado, nem precisa se humilhar.
Ele apenas admite que o ego é  orgulho e vaidoso,  porque pensa que sabe mais que os outros.
O ego impede qualquer conhecimento que vá além de suas restrições e de sua superficialidade.
O humilde não se considera menos que ninguém, ele sabe que é um iluminado.
Humilhar-se é se jogar na lama e aceitar que lhe pisem.
Humilhação é uma condição de falta de amor por si mesmo.
O humilde pratica o autoamor e por isso mesmo quer reconhecer o seu ser iluminado e se tornar um bodhsatwa.
O bodhsatva é todo iluminado que deixa o paraíso para auxiliar aos seus irmãos a alcançarem também a iluminação.
No caminho da plenitude, a humildade será a luz que acompanha o peregrino, deixando-o visualizar novos horizontes, despertando sua consciência.
Humildade é reconhecer que somos a flor de lotus no pântano.

Namastê!

Continuaremos na próxima sessão

Comentários