SÍNDROME DO PÂNICO - tratamento e cura

A CURA ATRAVÉS DA CELEBRAÇÃO


Resultado de imagem para biodança
Quando  o corpo e a mente adoecem, o espírito se deprime. 
Vivendo por muito tempo na ansiedade, na expectativa dos resultados, ele se depara com a frustração.

O espírito ansioso, não aprecia a paisagem, não cumprimenta as manifestações de Deus e se esquece de celebrar. E assim, em estado de desconexão com sua natureza espiritual e humana, ele adoece.

A doença nos mostra que deixamos de fazer algo muito importante. Ela nos faz parar, não importa onde estivermos.

Tem gente que está numa situação confortável, bem financeiramente, com um bom trabalho, a família parece estável. E de repente, a doença aparece e lhe tira o chão.

Pode ser que num primeiro momento a gente queira fugir ou atacar. Tenta- se livrar do mal-estar que causa essa situação constrangedora. Mas, aos poucos,  percebemos que não adianta lutar, nem fugir...
É hora, então, de olhar para a doença e decifrar sua mensagem.

Pergunta-se a doença:
-Por que você veio até mim?Eu estava bem, não tinha problemas e agora...
E um belo anjo dos céus se apresenta e diz:
-Sabe, você se afastou de nós. Na sua ânsia por chegar, nem sabe onde, esqueceu de cultivar a si mesmo. Deixou de apreciar os momentos únicos que a vida lhe convidava a celebrar.
E ainda continua a perguntar
-E o que eu faço para me curar?
O anjo responde:
- Celebre!

Então, aquela  triste pessoa ficou cabisbaixa sem entender o que significava aquilo tudo.
Buscou o médico da terra que lhe deu veneno.
Buscou a religião que lhe ofereceu dogmas e crenças.
Ela continuou doente...

Toda doença nos chama para a vida, que é a manifestação de Deus. Não precisamos ir à igreja ou a um templo para entrar em contato com o Divino. 
A Sua presença está em cada ser, nos animais, nas árvores, nos pássaros que cantam a vida. Encontre-se com os sabores, odores e cores. Em cada irmão do caminho, tanto aquele que nos quer bem quanto aquele que tenta nos ferir.
Precisamos nos conectar a Deus por meio da celebração.
Celebrar é estar presente em cada momento abençoado em que vivenciamos junto aos nossos semelhantes, junto à Gaya,  nossa mãe.
Para se curar, dance, cante, sinta a natureza penetrando em seus poros... Vibre pela vida e por todas as manifestações, vibre por você, por seu corpo e pela oportunidade de estar aqui e agora.
Saia desse seu padrão vibracional que atraiu a doença. Encontre-se com a cura na celebração.

Seja Amor!

Nadya Prem

Comentários