Bruxas e Magos na luta do bem contra o mal




Não importa o nome que se dê e sim o conteúdo. Bruxas, magos ou feiticeiros, o significado está no inconsciente coletivo e no arquétipo que representam. São denominações diferentes para designar aqueles que conhecem os segredos da alquimia, os princípios que regem a vida terrena e sutil e sabem como usar e manipular energia vital, seja para o bem ou para o mal. 


Desde os primórdios, as forças telúricas e sutis, da terra e do céu, são elementos à disposição de quem queira utilizar conscientemente. 

A humanidade faz uso dos recursos que lhe são oferecidos, manipulando a Natureza. Porém, não reconhece, até então, a energia vital contida em todas as coisas. Na ciência, na tecnologia, no desenvolvimento de novos medicamentos ou de armas. Não são capazes de compreender a conexão que existe entre nós, a Natureza e a energia vital que tudo anima.

Se voltarmos no tempo, passamos neste planeta por várias fases. Tivemos em tempos imemoriais a presença dos xamãs. Termo supostamente siberiano, o xamanismo tem sua origem, segundo alguns historiadores, há mais de vinte mil anos.Os xamãs conhecem os animais de poder e se conectam a eles, as ervas e o principio vital contido em cada uma. A comunicação com os espíritos e a cura que advém da integração com o Todo.

Tivemos os celtas,  tribos formadas há dois mil anos antes de Cristo, na região europeia. Nessa sociedade, os druidas eram os historiadores, médicos, conselheiros e sacerdotes, entre outras atribuições. As bruxas eram as mulheres que cuidavam e curavam sua tribo e, provavelmente, daí vem a origem da palavra.

Também, os magos liam as estrelas e interferiam no destino, desde o século IV a.C. Então, devemos considerar que , sempre houve no planeta, em todas as civilizações, a presença dos feiticeiros e curandeiros, dos magos das trevas ou da Luz e das bruxas com suas receitas de caldeirão.

Encarnados ou não, os manipuladores energéticos influenciam na psicosfera terrena. A humanidade , em grande parte, adormecida na ilusão da matéria, não percebe o mundo sutil, sua movimentação e importância que exerce na dimensão física. 

Entre tantas nuances do astral, distribuem-se diversas falanges, cidades, aldeias, moradas.
Os magos e as bruxas estão espalhados na dimensão astral e são acompanhados por legiões de espíritos, que agrupados atuam na psique humana. No campo mental e emocional interagimos com as emanações fluídicas que são impregnadas no orbe.

A luta entre o bem e o mal é travada na dimensão astral, como nas guerras terrenas. O mundo sutil é mais real que o mundo material e mais moldável, digamos. Sua menor condensação energética proporciona ao espírito mais facilidade em manuseá-la. Bruxas e magos trabalham com a energia da Natureza, sutil e terrena, e com os elementais. Estes últimos, os elementais, são espíritos que atuam nos eventos naturais e em sua dinâmica. 

O fluído cósmico universal é a energia primorial, neutra e tanto pode ser utilizada em benefício como em detrimento do planeta Terra e dos espíritos humanos. Ela é moldada e particularizada pelo contato com os seres vivos e sua frequência vibracional.

E assim como temos as bruxas e magos da Luz, temos ao nosso redor as forças negativas das coletividades espirituais que vagam no sofrimento do egoísmo. São viciados nas mais torpes necessidades dos centros energéticos animalizados, que regem as emoções, a sexualidade e a sobrevivência das sensações. Esses grupos se mantêm no astral, utilizando, também, a energia contida nos espíritos encarnados, menos avisados, que como zumbis margeiam nas sombras. As ocorrências terrenas são resultantes da somatória de vibrações energéticas dos espíritos encarnados e desencarnados.

Catástrofes, guerras, violência. A miséria humana é a consequência do lado sombrio que os espíritos produzem energeticamente e que manifesta seu estado vibracional, a sua frequência vibratória. 

Temos, também, muitos portais espalhados pelo planeta, com o objetivo de disseminar o amor incondicional que tudo transforma. Acender uma lanterna em cada canto que haja dor. 

As trevas são criações das mentes desajustadas e desconectadas de sua essência iluminada.
As bruxas e magos da Luz, são especialistas em desfazer as formações energéticas desequilibradas, São emissários do conhecimento que desperta a humanidade da ilusão. 

Existe muita gente fazendo o bem e plantando a semente da compaixão, porém, em grande parte, são esquecidas ou ignoradas pela mídia e pela maioria da população.São espíritos que não se apegam ao gosto da fama, da ganância, do egoísmo. Portanto, não aparecem com a intensidade que deveriam, porque neste planeta, os valores materiais prevalecem aos morais. 

Não podemos desprezar os fatos infelizes que ainda causam tanto sofrimento, mas temos que trazer Luz aonde houver escuridão. E não é pela negação que poderemos transformar. Algumas práticas espirituais e terapêuticas têm a ênfase no positivismo, porém menosprezam o outro polo. 
Há a necessidade de que os dois lados sejam admitidos. Tanto o bem, quanto o mal, fazem parte do contexto em que vivemos. Qualquer procedimento que negue o lado sombrio deixa escapar e crescerem as ervas daninhas. 

No processo evolutivo, os espíritos são colocados diante uns dos outros, para que aprendam a partir do próximo que, como um espelho, reflete o outro lado, que não é admitido, seja no mundo terreno ou astral. Entre bruxas e magos, a alquimia faz seu papel de transformar e curar. E acontece ciclicamente em espiral ascendente. Em etapas, vamos nos deparando com os aprendizados que nos levam a um novo degrau. A consciência despertando aos poucos. 

E como podemos compreender e agir diante de tudo isto, para acelerarmos nossa transformação e nos tornarmos mais conscientes e despertos?

Para exemplificar, em 1993, a Universidade de Maharishi testou em Washington, EUA, os efeitos da meditação para a cidade, que tinha um alto índice de violência. Foi criado um grupo de meditadores, habitantes da região, que alcançou 4.000 praticantes e se registrou uma queda expressiva da violência naquele período. 

A prática meditativa atua nas emoções e no mental coletivo. Alterando a frequência vibratória, dissolvendo as impregnações negativas. Em estado meditativo o espírito abandona sua condição egoica e acessa o iluminado. Este estudo foi desenvolvido com a participação da polícia local, do FBI, de cientistas sociais.

Com isto, concluímos que a influência da frequência vibratória de pensamentos e sentimentos são forças abstratas agindo na dimensão física. Esta é a resposta! 

Podemos agir a partir do nosso campo mental e emocional para construir um planeta mais saudável e espiritualizado, com mais consciência. Despetando nos corações endurecidos a prática da compaixão.

Claro que, em todas as manifestações, não podemos deixar de citar a existência de uma supervisão maior, nos planos sutis, por meio dos dirigentes planetários. Nada acontece ao acaso dentro da lei natural de causa e efeito.

Literalmente, não é fantasia o mundo da magia ou bruxaria, contanto que se compreenda o seu significado. Criamos o mundo que vivemos hoje. E no plano astral é que tudo tem inicio. Os chapéus pontudos têm seu lugar, na cabeça dos espíritos em que, diferente de uma fantasia usada entre encarnados, as vestimentas perispirituais representam sua condição espiritual.

Somos cocriadores do mundo que vivemos.Vamos abençoar cada dia de nossa vida, elevando os pensamentos e sentimentos. Olhando para nós mesmos, descobrindo o nosso lado mais sombrio e o iluminando. Assumindo o arquétipo dos magos e bruxas,xamãs ou feiticeiros, promovendo a alquimia, em prol de nossa transformação interior e, consequentemente, na transformação planetária. 
Acreditando na presença Divina, em cada um de nós, encaminhando nossa vida. Olhando para o mundo e seus eventos, como consequência de nós mesmos. 

O planeta passa por momentos difíceis e temos que estar conscientes para compreender o nosso papel, como condutores de um mundo melhor . Sem negar os velhos vicios que nos acompanham e se mostram como monstros ao derredor , sejamos sinceros com nossas imperfeições. Sem culpar e sem reagir ao ódio como mesmo ódio. 

Nada acontece sem o olhar e aprovação do Criador, sejamos despertos neste caminhar. 

Namastê!

Para atendimento particular no skype, consulte valores e agendamento, enviando e-mail para: nadyaprado@uol.com.br

Para saber mais sobre Terapia Transpessoal e Nadya Prado acesse o blog e inscreva-se: http://www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br

2 comentários: